terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

[Cap. I] Dossier Getafe Club de Fútbol

Depois de Barcelona, na temporada 2005/06, Espanyol, na época 2006/07, o seguinte adversário – espanhol - do Benfica, na Europa, dá pelo nome de Getafe Club de Fútbol. Nos próximos dias, iremos conhecer melhor o actual 10.º classificado de La Liga delimitando a análise por três capítulos: no primeiro, será apresentado um resumo da carreira em 2007/08 através de dados estatísticos e vídeos mais relevantes; no segundo, a atenção irá incidir sobre a vertente táctica associada ao modelo de jogo; por fim, no terceiro, o objecto de estudo vai contemplar as principais individualidades (jogadores-chave) da equipa liderada por Michael Laudrup.

Época 2007/08





Maior vitória em casa: Getafe 2-0 Athletic, Barcelona e Real Múrcia
Maior vitória fora: Recreativo 1-3 Getafe

Maior derrota fora: Sevilha 4-1 Getafe
Maior derrota em casa: Getafe 0-3 Valladolid

Resultados Relevantes [vídeos]

24/02/2008 Real Madrid 0-1 Getafe
27/01/2008 Recreativo 1-3 Getafe
19/01/2008 Getafe 3-2 Sevilha
13/01/2008 Real Bétis 3-2 Getafe
16/12/2007 Getafe 1-3 Villarreal
10/11/2007 Getafe 2-0 Barcelona
07/10/2007 Mallorca 4-2 Getafe
25/08/2007 Sevilha 4-1 Getafe

Da leitura dos dados resulta, desde logo, uma conclusão interessante: em vinte e cinco jornadas do campeonato espanhol, o empate a zero só se verificou em duas ocasiões, ambas no Coliseum Alfonso Pérez, casa do Getafe. Os visitantes foram o Deportivo (J.ª 4) e Valência (J.ª 24).
Ainda no que a golos diz respeito, refira-se que a equipa espanhola ficou em branco por nove vezes e manteve as suas redes invioláveis em oito partidas. Se acrescentarmos o facto de só se terem registado cinco empates, pode-se afirmar, com alguma segurança, que o Getafe joga no intuito da vitória. Por vezes a aposta corre bem, noutras ocasiões nem tanto.
Muito provavelmente, poderá ser reflexo das ideias do treinador Michael Laudrup. Enquanto jogador sempre privilegiou a beleza de movimentos, assente na qualidade de passe, em detrimento de preocupações tácticas excessivamente rígidas. Mesmo sentado no banco, vestindo a camisola da liderança, julgo que o dinamarquês não perdeu a noção de bom futebol.



Carreira Europeia [vídeos]

1/16 final Getafe 3-0 AEK Atenas
1/16 final AEK Atenas 1-1 Getafe
Grupo G Getafe 2-1 Anderlecht
Grupo G Aalborg 1-2 Getafe
Grupo G Getafe 1-2 H. Tel-Aviv
Grupo G Tottenham 1-2 Getafe
Round 1 Twente 3-2 Getafe
Round 1 Getafe 1-0 Twente

O maior destaque vai direitinho para a campanha da equipa espanhola no Grupo G: três vitórias em quarto partidas, sendo que o único precalço ocorreu no Coliseum Alfonso Pérez, diante da equipa israelita.
Mesmo assim, o Getafe garantiu brilhantemente a primeira posição muito por culpa do desempenho conseguido em território inglês, frente ao poderoso Tottenham, recente vencedor da Liga Inglesa. Que sirva de aviso ao que o Benfica pode esperar: um grupo de jogadores que não se esconde nos grandes palcos. Curiosamente, 2-1 foi o único desfecho conhecido.
Do confronto com o clube de Atenas, mantém-se a virtude do golo conseguido fora de portas. Por sua vez, no encontro da 2.ª mão, o Getafe soube resolver a eliminatória a seu favor, raramente estando em causa a passagem aos 1/8 final.



Todos Jogos [vídeos]

1/4 final Mallorca 1-0 Getafe
1/4 final Getafe 1-0 Mallorca
1/8 final Levante 0-1 Getafe
1/8 final Getafe 3-0 Levante
Round 4 Getafe 4-1 Burgos
Round 4 Burgos 0-1 Getafe

Mais uma vez, fica demonstrado que esta equipa não tem uma predisposição natural para o empate. Depois de na época anterior ter alcançado a final (vitória do Sevilha), o Getafe parece caminhar, a passos largos, para repetir a proeza. O próximo obstáculo chama-se Racing de Santander, enquanto na outra meia-final o Barcelona defronta o Valência de Ronald Koeman.
Por esta altura, pode-se já concluir que o Getafe apresenta um futebol positivo. Quer na qualidade de jogo patenteada, quer na busca constante do golo que permita a vitória. À partida, o papel do treinador Michael Laudrup é sinónimo dessa ambição.
Por conseguinte, não é por acaso que o Getafe conseguiu alguns resultados que podem ser apelidados de surpreendentes: Real Madrid 0-1, Sevilha 3-2, Barcelona 2-0, Aalborg 1-2 e Tottenham 1-2. Fica provado que o adversário do Benfica pode vencer qualquer equipa, em qualquer campo. A questão está em saber que Getafe marcará presença na Luz, no próximo dia 6 de Março.

Fonte: ZeroZero

4 comentários:

VeRMeLHoVZKy disse...

Ainda não tive tempo para ler isto, companheiro. Mas no fim de semana vai ser leitura prioritária!

Abraço,

V.

Vimaranes disse...

Para quando o artigo sobre o Vitória? E como o arranjar?

Catenaccio disse...

O artigo sobre o Vitória de Guimarães deve estar por dias...

Vai ser publicado na próxima edição da Revista Futebolista, referente ao mês de Março. No final de Fevereiro deve estar à venda.

Outra opção será esperar que publique aqui no blogue, mas só o poderei fazer após algumas semanas para não coincidir com a altura em que a Revista está nas bancas.

Cumprimentos.

Vimaranes disse...

Ok, obrigado pela informação :D.

Abraço!