sábado, 21 de agosto de 2010

[Liga 2010/11] 2.ª jornada: Nacional 2-1 SL Benfica

Não quero saber se estou a escrever a 'quente'. Estamos perante o pior arranque dos últimos 58 anos - desde 1952 que o Benfica não perdia os dois primeiros jogos - graças a uma espécie de guarda-redes que temos na baliza. Quem é que escolheu esta abécula? Foi o Jorge Jesus? Foi o Rui Costa? Foi o presidente, ao rubricar um cheque de 8,5 milhões de euros? A responsabilidade é repartida? Cambada de incompetentes! Que prospecção é esta? Sabem quanto custa um guarda-redes de TOP europeu e não um desgraçado dispensado pelo Patético de Madrid? Deixo aqui um exemplo: o polaco Artur Boruc (ex-Celtic de Glasgow) custou 3,5 milhões de euros à Fiorentina. Deviam deixar esta aberração na ilha, enfiado numa banheira de poncha e trazer o Bracalli pelo preço de umas conquilhas. And now? Continua-se a apostar neste triste, e a perder jogos, ou mete-se quase 10 milhões no banquinho de suplentes? Inacreditável! A paciência tem limites: frente ao Vitória de Setúbal não quero ver esta porcaria na baliza. CHEGA DISTO!!!

15 comentários:

Bruno Pinto disse...

Lolololol... Muito bom o Roberto. Mais hilariante que as suas frangalhadas, só os "monólogos" do Jesus à Benfica TV a dizer que vai ser bi-campeão... Só o Benfica para nos fazer rir.

josé disse...

porque não colocar toda a defesa no banco? os médios? e os avançados? os golos aparecem de bola parada com adversários soltos, sem marcação. falta fazer trabalho de bolas paradas nos treinos!

Constantino disse...

Por acaso pensava que o Boruc tinha sido mais caro, mas obviamente, nunca mais caro que 8,5 milhoes. Por este valor comprava-se qualquer guarda redes (daqueles com ordenado acessivel para o SLB). Desde o inicio que este é um negocio muito mal explicado. Só a cegueira vieirista de alguns adeptos do SLB é que conseguia encontrar explicações para se dar este valor por um 3º GR. LFV estaria à espera que ele não fosse muito mau e com 1 ou 2 defesas a malta esquecesse. O problema é que a verdade vem sempre acima e o rapaz esta ao nivel de um Moretto (não digo bossio porque ele este era do piorzinho). Para mim, tao calamitosa para o SLB como a contratação do Roberto, só a nega dada ao Jardel, por 2 vezes. Num apice perdeu-se o embalo da epoca passada, moralizamos os adversarios e preparamo-nos para dar mais corda ao Polvo.
A mim o que me custa mais, é que desde inicio critiquei esta contratação (não pelo valor do jogador mas pelo valor da transferencia) e chamaram-me de tudo, taliban, anti benfiquista, asno etc. Agora esses arautos do vieirismo escondem-se e não dão a cara, ate aparecer uma vitoria do SLB e eles saltam todos debaixo das pedras a dizer "ah ah eu bem disse que isto esta tudo bem". É o que eu chamo de Nova Democracia Benfiquista.... é aquela que antecipa eleições para anular adversarios.

T Nogueira disse...

Olá,

http://footinmyheart.blogspot.com/

Se concordar podemos fazer uma troca de links

Com os melhores cumprimentos,

Tiago Nogueira

Catenaccio disse...

Constantino,

É um exercício muito difícil não concordar contigo. Assino por baixo em relação ao que escreveste. Ando aos anos a 'bater na mesma tecla', a chamar a atenção para inúmeros factos e acontecimentos do passado recente, mas nem toda a gente está preparada para aceitar certas visões. Até um dia...

Grande abraço.

LC disse...

Interessante, sabes quais os valores que o Boruc vai ganhar na fiorentina ainda para mais como suplente (não acredito que roube o lugar ao Frey)? Pois, logo vi.

És benfiquista?
Bracalli?
Mais um Moretto ou mais um Yannick (tens opção de escolha)?

Convém também recordar-te que não gostei desta contratação, mas não faço ideia se os 8,5M€ são apenas pela compra dos 100% do passe ou contemplam o valor de mais alguns pormenores contratuais.

Mas já que aqui estou e que li uma das tuas mensagens no twitter, fiquei a pensar...

Mas este gajo que escreve tanto sobre o mercado sabe o que está a escrever?

Depois, decidido a tentar encontrar resposta percebi que tens muita vontade mas ficas mesmo pela vontade, continua a estudar e a usar o IMscouting que um dia chegas a Freitas Lobo... outro que tal que tagarelar é com ele, pratica é que está quieto.

Sendo assim, recomendo-te que vás de novo ler o comunicado sobre o Reyes, porque os 25% são de direitos económicos, sabes o que significa isso?

LC disse...

Constantino, de acordo com tudo o que dizes... mas à primeira derrota os outros que não mencionas também saltam todos para fora com a teoria inversa.

A mim, que não sou da carne nem do peixe mas sou do Benfica, custa-me é ver que é tudo levado aos extremos, parece que o clube cega tudo e todos, mas não é aqui nos blogs que se pedem satisfações, é lá, na cara, por mim passa todos os dias um vice-presidente do Benfica, não é pessoa amiga mas é um conhecido com quem posso conversar e mostrar aquilo com que concordo e o que discordo, já tive dias em que o "desgraçado" pensou que lhe ia bater... mas entre o dizer que fazia isto e fazia aquilo ou comprava este e aquele até ao fazer e comprar vai uma grande distância.

De uma pequena coisa tenho certeza, se certas pessoas no Benfica não concordarem com certos negócios, não é LFV que os vai fazer porque não consegue, de outra coisa tenho certeza, foi Jorge Jesus quem pediu Roberto depois de Amelia ter recusado vir.

Se nem assim perceberem, num sábado em que o Benfica não jogue podem combinar comigo que os ponho frente a frente ao Jesus e ele mesmo explicará as razões que o levaram a fazer esse pedido, não o contrataram por dá cá aquela palha... hoje digo que foi um erro mesmo não sabendo os contornos do negócio para envolver 8,5M€, mas foi o treinador quem o pediu depois do mesmo ter sido observado pelo menos 8x durante a época.

Eu na teoria também sou o maior, faço tudo e consigo tudo.

Catenaccio disse...

LC,

Depois de ler as baboseiras que escreveste, fico na dúvida como te irei responder. Deverei ser irónico? Responderei à 'letra'? Perderei tempo com grandes explicações?

Olha, como não tenho paciência para aturar determinados diálogos, fiquemos pelo seguinte:

Caso, não saibas, sei muito bem o que são direitos económicos. Sabes porquê? Porque finalizei um Mestrado em Contabilidade no ISCTE e, logo por acaso, escolhi como tema de Dissertação os "Direitos de inscrição desportiva sobre jogadores de futebol nas Sociedades Anónimas Desportivas".

Como podes adivinhar, dei a volta à legislação nacional sobre este tipo de sociedades, estudei a noma internacional que se dedica ao âmbito e tratamento dos activos intangíveis, analisei dezenas e dezenas de artigos científicos sobre esta temática. Em resumo, tratou-se de um trabalho de investigação com perto de 150 páginas. Direitos económicos? Só podes estar a brincar. Se pretenderes, posso-te disponibilizar a minha Dissertação para leres umas coisinhas sobre direitos económicos, perdas de imparidade, critérios de reconhecimento, etc etc etc...

Portanto, não vou perder mais tempo com esta provocação porque, decididamente, não deveremos estar no mesmo patamar de conhecimento quanto a este assunto... dos direitos económicos. Estamos entendidos?

Cumprimentos,

Catenaccio

Constantino disse...

Caro LC,

Admito que as coisas são muitas vezes levadas ao extremo, mas não é só da parte dos adeptos. Para mim, quando se investe tanto num activo de risco (por exemplo Roberto) está-se a colocar o ponteiro no redline: ou se ganha a corrida em grande ou então o motor rebenta e perde-se com estrondo. E isto é como tudo,umas vezes o motor aguenta e faz-se um brilharete descomunal (ex. Javi Garcia) noutras a coisa corre mal e acabamos na gravilha (ex. Roberto).
Dizer que cá fora somos todos os maiores... não sei, talvez, mas cá fora podemos andar sempre no redline, o que escrevemos ou dizemos não vai influenciar o que se passa la dentro. Agora quando alguem se candidata a um posto tem que saber desempenha-lo de forma a evitar acabar na gravilha e isto faz-se com decisões ponderadas e evitando o risco. É nesta perissa que os adeptos escolhem a sua direcção.
Porque agora é tudo muito bonito porque somos campeões, mas as pessoas não podem passar uma borracha nos quase 10 anso de presidencia de LFV. Fez coisas boas, sem dúvida (a Fundação benfica é para mim um rgulho descomunal), mas no plano desportivo foram quase 10 anos horriveis. Recuso-me a por no pedestal um tipo que deu 2 campeonatos ao SLB em 10 anos. Não somo o scp. Quanto à recuperação financeira (que qualquer vieirista atira logo) eu pergunto: não poderia essa ter sido alcançada mais cedo se não gastassemos todos os anos balurdios em jogadores que vêm cá fazer 6 meses ou 1 ano? Contabilidade aqui:

http://a-mao-de-vata.blogspot.com/2009/08/para-que-nao-haja-duvidas.html

O que se passa este ano com o Roberto passou-se já com muitos jogadores e se formos bem a ver as coisas, as criticas a outras contratações não têm surgido simplesmente proque o Roberto esta a tapar o sol a todos. É que com o dia 31 a chegar, o SLB ja investiu quase 40 milhões em... suplentes. Até prque se não fosse o Roberto, já alguem tinha perguntado, porque raio foi o Gaitan contratado se ele não é manifestamente extremo.

PS - Boruc custou 3,5 milhoes à Fiore. Se o SLB o contratasse por esse preço ficava com 5 milhões para lhe pagar o ordenado. Certamente ele recebe menos que isso por ano.

Abraço LC.

MS disse...

Ironico como o avatar do LC e uma imagem do Che Guevara quando mostra tanta intolerancia a opiniao do autor escrita no seu proprio blog.

www.thebutterflyislate.blogspot.com

Paulo Santos disse...

Olha olha, o pateta do bruno pinto saiu da toca agora depois de ter fechado o seu patético espaço online para obras durante toda a época passada...

nem piaste Bruno Pinto, enquanto o Benfica abrilhantava os relvados nacionais (e não só). Falas do Roberto, minha anta, mas esqueces-te, assim só de repente, da capoeira que o teu Nuno deu no Algarve, no jogo em que o fcp parecia o tourizense com um vãndalo que aterrorizou tudo o que mexia dentro de campo...

Epá, só mesmo tu para fazeres rir a malta. :))))

LC disse...

Depois de ter escrito o que escrevi fui tirar duvidas e de que maneira, as duvidas que tinha foram todas dissipadas e agora sinto-me revoltado em saber que o passe do Roberto não chegou nem a 2,5M€, não me perguntem onde foram parar os 6M€ porque é/foi mau demais saber a verdade mas nada tem a ver com Roberto e não sou adepto da lavagem de dinheiro.

Catenaccio, não pondo em causa aquilo que estudaste, ficaste sem responder, pois o jogador não se pode dividir em 4 ou 5 partes e uma das partes vir fazer uma perninha aqui e outra lá, daí ainda hoje me fazer muita confusão falarem dos 20 ou 25% do Reyes quando os direitos desportivos ou federativos ou como queiram chamar estão do lado do Atletico, da mesma forma que temos jogadores que temos 80% dos direitos economicos e 100% dos desportivos ou federativos (Maxi Pereira) que podem ser de empresarios ou de outro clube, mas aí esquecem que o outro clube tem uma parte desses direitos.

MS, eu não fui intolerante, apenas tentei perceber o raciocinio e não consegui... admito é que fui um pouco agressivo, mas isso é das costelas serem todas pró BENFICA.

Catenaccio disse...

LC,

A ser verdade que o "passe" de Roberto foi de, apenas, 2,5 milhões de euros, subsiste a dúvida quanto ao restante destino do dinheiro. Comissões? E porquê esta operação estar envolvida em tantos "ses", de forma pouco transparente? São questões que ficam...

Quanto aos direitos desportivos/económicos, vamos por partes. Os direitos económicos estão relacionados com a aquisição do "passe" do jogador, leia-se direitos de inscrição desportiva. O clube pode ter 50% dos direitos económicos e o restante estar nas mãos de empresários, por exemplo. Vidé o caso de Otamendi. Na situação de Maxi Pereira, como muito bem disseste, o Benfica tem 80% dos direitos económicos, ou seja, do "passe" do jogador. Se te lembrares, creio que com Di María e Cardozo, o clube também adquiriu uma percentagem de 70-80% e mais tarde acabou por comprar o restante.

Agora, observa o comunicado à CMVM sobre o Reyes: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR19826.pdf

Ou seja, o Atlético de Madrid tem 75% do "passe" do jogador, ficando o Benfica na posse dos restantes 25%. Obviamente, como o clube espanhol tem a maioria percentual, é o Atlético de Madrid que usufrui dos direitos desportivos do jogador, leia-se direito à sua utilização desportiva mediante contrato de trabalho. No caso de uma eventual venda futura, o Benfica terá 25% do valor que resultar desse mais-valia. Ficou mais claro?

Assim, direitos económicos estão ligados à percentagem do "passe" e são o garante para a assinatura de um contrato de trabalho entre o clube e a prestação (força de trabalho) que o jogador oferece no decurso da sua actividades.

Os direitos desportivos prendem-se directamente com a utilização do jogador em causa para benefício desportivo do clube. Por exemplo: o jogador Salvio pertence ao Atlético de Madrid, que detém os direitos económicos ("passe") do argentino. Porém, no caso presente de empréstimo, é o Benfica que está a usufruir dos direitos desportivos do atleta, durante o período que durar o empréstimo.

Vale?

Um abraço.

LC disse...

Catenaccio, claro que vale, é isso tudo que escreveste, daí não entender porque falam nos 25%, o Benfica só os verá no dia em que Reyes for "vendido".

Quanto ao outro assunto, é mau demais o que ouvi e não é aqui que vou contar, mas bota JJ, Rui Costa e companhia ilimitada nisso.

Só posso mesmo dizer-te que quando o Benfica jogar em casa a um domingo estarei com JJ no dia anterior durante a manhã e aí vou saber o que realmente se passou e garanto-te que ficarei esclarecido.

Depois falamos sobre isso.

Catenaccio disse...

LC,

Sim, a questão é: para quê manter 25% no valor do "passe" do jogador se não retiramos rendimento desportivo do mesmo?

Das duas uma: ou avançava-se para a aquisição dos 25%, numa óptica de ficarmos com os préstimos do jogador; ou, então, o melho é vender essa participação de 25% por, ainda, alguns milhõezitos.

Assim, não é carne, nem é peixe.