quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

[Europa League] Bate Borisov 1-2 SL Benfica

Vitória na Bielorússia. Três pontos conquistados. Apuramento garantido. Vitória no Grupo I. Missão cumprida.

Desta forma, já é possível ir formando o puzzle relativo ao sorteio dos 16 avos-de-final, marcado para o dia 18 de Dezembro em Nyon. A este respeito, cumpre-me informar o seguinte: Os clubes do mesmo país não poderão defrontar-se nos 16 avos-de-final. Os 12 vencedores de grupos da UEFA Europa League e os quatro melhores terceiros classificados da UEFA Champions League terão como adversários os 12 segundos classificados da fase de grupos da UEFA Europa League e os restantes conjuntos que transitam da UEFA Champions League. Os vencedores dos grupos e os quatro melhores terceiros classificados disputam as partidas da segunda mão em casa. Os vencedores e segundos classificados do mesmo grupo não poderão, também, defrontar-se.

Como tal, mediante estes pressupostos, se as 'contas' estivessem já terminadas, estes poderiam ser os possíveis adversários do Benfica: Estugarda e Hertha (Alemanha); Anderlecht, Club Brugge e Standard Liège (Bélgica); Atlético Madrid, Athletic Bilbao e Villareal (Espanha); Lille (França; Panathinaikos (Grécia); Roma (Itália); Hapoel Tel-Aviv (Israel); Twente (Holanda); Sparta Praga (Rep. Checa) e Rubin Kazan (Rússia). Alguma preferência?

3 comentários:

Bruno Pereira disse...

Preferência ? Hapoel =) Não conheço o valor da equipa, mas das que estão ai, é a equipa com menos tradição.

No entanto.. venha quem vier, num dia "normal" temos futebol para qualquer uma das outras equipas.

dezazucr disse...

Estugarda, Atlético Madrid, Athletic Bilbao e Villareal.
São equipas fortes mas ao nosso alcance. São equipas com nome que o Benfica pode eliminar.
A Roma não. Uma equipa italiana que acho que ainda não está ao nosso alcance.
Tudo menos o Rubin Kazan. É uma equipa que está muito forte no seu campeonato, colocou inúmeras dificuldades ao Barça e ao Inter e para além do factor Inverno, não tem nome. Arriscamo-nos a ser eliminados por uma equipa que ninguém conhece mas tem imensa qualidade.

De resto mantenho o que já havia dito aqui. O Benfica se quer estar entre os melhores, tem de saber ganhar aos melhores. A reputação ganha-se jogando contra equipas de nome.

Catenaccio disse...

Bruno,

Atenção que o Hapoel Tel-Aviv tem 9 pontos num grupo com Hamburgo, Celtic e Rapid de Viena.

Resultados:

Hapoel Tel Aviv 2-1 Celtic
Hamburg 4-2 Hapoel Tel Aviv
Hapoel Tel Aviv 5-1 Rapid Vienna
Rapid Vienna 0-3 Hapoel Tel Aviv
Celtic 2-0 Hapoel Tel Aviv
Hapoel Tel Aviv 17/12 Hamburg

Pode ser a equipa mais 'desconhecida', mas não necessariamente a mais acessível.

Dezazucr,

Obrigado pelo teu comentário. Sim, é verdade que se o Benfica quer estar entre os melhores, tem de saber ganhar a essas mesmas equipas de média/alta dimensão.

Contudo, a estatística e a história também têm um peso importante: por norma, quando o adversário implica dificuldade acrescida, é quando o Benfica dá por terminada a sua aventura europeia.

Claro que há sempre 'brilharetes', como foi o caso do Liverpool, e outros, mas sinceramente preferia, para já, uma equipa de menor valor futebolístico. Estava a pensar, por exemplo, numa equipa belga. A minha aposta vai para o Standard Liège que, não sendo fácil, apresenta argumentos completamente diferentes de uma Roma, Villarreal, entre outras...