sexta-feira, 10 de setembro de 2010

[Liga 2010/11] 4.ª jornada: Vit. Guimarães 2-1 SL Benfica

Crónica do jogo? Vamos a isso. 22' Martins isola Saviola, mas é assinalado fora-de-jogo. Má decisão, pois o argentino estava atrás do defesa vimaranense aquando do passe. 36' Aimar cai na área na sequência de um lance com Ricardo. Olegário Benquerença manda seguir a partida. 50' Carlos Martins é derrubado por João Alves, num lance que parece ser já dentro da grande área. O árbitro nada assinala. 57' Golo mal anulado a Cardozo, que estava em situação legal na altura do passe de um colega de equipa. Cartões amarelos para Carlos Martins, Javi García, Gaitán, Maxi Pereira, Cardozo, David Luiz e Luisão. Homem do jogo: Olegário Benquerença.

O futebol português é admirável. Ainda na cidade do Porto, antes da partida e a caminho de Guimarães, a viagem não foi nada pacífica: o autocarro da comitiva encarnada foi atingido com pedras e um dos vidros do lado direito partido. A polícia que acompanhava o autocarro disparou balas de borracha na direcção dos agressores. Está mais que visto que Portugal tem a sua faixa de Gaza de estimação, onde bolas de golfe convivem amigavelmente com largas centenas de 'calhaus' repletos de instintos criminosos. Um punhado de terra sem lei, onde deveria existir uma tabuleta a informar: bem-vindo, você encontra-se fora da União Europeia. O futebol português é uma vergonha.

O futebol português é, também, assombroso. Na Federação Portuguesa de Futebol, o elo mais fraco (Carlos Queiroz) acabou por ser 'despachado' graças a uma série de acontecimentos excessivamente empolados e politizados. Não está em causa a competência técnica do seleccionador nacional. O que está em causa é que, uma vez mais, o treinador leva com as culpas e o presidente em funções desde o tempo do homem de Neandertal sai incólume de toda a trapalhada. O 'circo' esteve montado durante semanas e, tal como em 2002, o 'palhaço' duvida, hesita e vacila, mas na hora da verdade safa-se com um malabarismo capaz de fazer inveja aos invertebrados. Sobre a personagem, não são conhecidas aptidões especiais que levem à gratulação de académicos, intelectuais, colegas de profissão (piada) ou público em geral. Gilberto Madaíl destaca-se, somente, em duas actividades de perigosa destreza mental: (i) atribuir responsabilidades a outrém; e, (ii) recitar de cor a 'posologia' do single malt escocês. O futebol português é uma vergonha.

De facto, o futebol português é sublime. Voltemos ao início do tema. Nos relvados espalhados pelo país não se vêem porcos a andar de bicicleta, embora hoje em Guimarães tenham existido avistamentos de um bovino, arraçado de caprino, vestido de preto e com um apito pendurado na boca. Desenganem-se: não é de agora. Desde que o Petit enfiou a bola dentro da baliza do Hezbollah azul e branco que este 'animal' merecia um grupo de forcados à altura da sua bestialidade. A arbitragem desta noite do bovino, arraçado de caprino, é um magnífico exemplo da imundície acumulada, que cheira mal e deixa rasto. O futebol português é uma merda!

9 comentários:

sloml disse...

A maior roubalheira a que assisti nos últimos anos. Não há sequer palavras para a descrever. Mas lembrem-se quem apoiou este presidente da Liga de clubes. Exactamente, foi o nosso presidente. A culpa é toda dele.

Pedro Soares Lourenço disse...

Sorriste quando te disse que, provavelmente, teríamos o campeonato perdido à quinta/sexta jornada. Enganei me por pouco; está perdido à quarta!!
E as razões são várias; merecem que se vá muito além das referências a um assalto monumental e histórico!

Jorge Diogo disse...

Boas, a culpa é sempre do vizinho, enquanto não tiverem tomates que mesmo contra os erros, tem que sempre tentar superar todas as dificuldades ocorridas no jogo.
Com isto quero dizer ao Sr. Ricardo que sem o Ramires na equipa a equipa torna-se banal, ou seja, onde está o grande jogador que falavas do Javi Garcia, a jogar ao lado do Ramires até o um pinto vira galo.
Será que também é culpa do Olegário as outras derrotas???

Hugo disse...

Sr Jorge Diogo,

Obviamente que há erros nossos. Não temos a mesma agressividade e isso vê-se na nossa forma de jogar.

Mas bolas, contra a Académica, caso o penalti tivesse sido marcado; contra o Vitória se um dos dois tivesse sido marcado, estariamos não com 3 mas sim com 9 pontos.

Para não falar na derrota noutros campos como Naval (Porto e Sporting), Rio Ave (Porto) e Braga (frente ao Marítimo)...

Estavamos por isso lá bem em cima. Mas não, é sempre melhor olhar para nós próprios e esquecer que a fruta ainda anda por aí. Ah, e com a crítica barata como a sua, voltar ao "Glorioso" Benfica dos anos 90, com 100 jogadores e 6 treinadores por triénio...

Obviamente que não estamos tão bem, existiram alguns erros e problemas na estruturação da equipa, quer internos quer externos (lembra-se que houve mundial?). Mas chegva para ganhar, ter maior confiança e menos pressão...

Mas o benfiquista da sua estirpe (parece que, infelizmente existem várias raças de benfiquistas, tal como várias raças humanas) é envergonhado e só ralha em casa, esquecendo-se de que o mal maior anda por aí à solta...


PS- Parabéns ao Catennacio. É um excelente blogue de futebol, literalmente falando. Mas, obviamente, do jogo de hoje não dá para falar de futebol...

RSA disse...

È o futebol em Potugal acabou ontem depois da confusão com a selecção ontem foi o fim sem vergonha à descarada ontem encontrou-se o campeão só tenho pena que os dirigentes do SLB não tomem uma atitude e que rejam sempre em vez de agirem a cena do autocarro era de esperar e o que se fez ? nada....
CARREGA BENFICA!!!!

RSA disse...

È o futebol em Potugal acabou ontem depois da confusão com a selecção ontem foi o fim sem vergonha à descarada ontem encontrou-se o campeão só tenho pena que os dirigentes do SLB não tomem uma atitude e que rejam sempre em vez de agirem a cena do autocarro era de esperar e o que se fez ? nada....
CARREGA BENFICA!!!!

Catenaccio disse...

Amigo Jorge Diogo,

Onde andaste nos últimos meses, quando o Benfica praticava o melhor futebol que viste desde que nasceste? Como sempre, estavas feito réptil, escondido debaixo das pedras, à espera de uma fase menos positiva.

O vosso modo de vida, feito de parasitismo que se alimenta do vizinho 'glorioso', só faz sentido na hora das nossas derrotas. É nessa altura que as pedras se mexem e os lagartos se agitam. Não é curioso?

Olha, lembra-te do seguinte: nós temos o escudo de campeão nas camisolas, o 32.º título nacional. Quando vais começar a trocar as glórias anti-benfiquistas pelas vossas vitórias de sucessos? Quantos anos são sem ganhar um campeonato? 10?

Para finalizar, estar a discutir com um adepto de um clube que tem 18 títulos nacionais (atrás de Porto com 24 e Benfica com 32) é perda de tempo. Volta cá quando chegares às duas dezenas que começa-me a faltar a paciência para clubes pequenos.

Abraço :)

Hugo,

O meu amigo Jorge Diogo não é benfiquista, nem sportinguista. É 'lagarto'.

Hugo disse...

Obrigado catenaccio,


Confesso que, lendo agora, dá para perceber que este senhor é de uma outra espécie...

O jogo de ontem deu cabo da minha capacidade de raciocínio, tal a roubalheira a que assistimos...

Mas deixa-os falar...

Neste momento só não estão a perder com a Olhanense porque o árbitro é amigo...um golo muito, mas mesmo muito mal anulado...


Viva o Benfica!!!

Gandaia disse...

Mas porque é que o Benfica para ganhar tem de jogar 10 vezes mais que o adversário e aos lagartos, corruptos e vendidos basta jogar?