quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

[Mercado d' Inverno] Versão nacional

Aproxima-se o Natal e, com o período festivo, o momento das equipas portuguesas planearem o retoque dos seus plantéis. O universo de escolha diz respeito à versão nacional, na perspectiva dos três 'grandes' da Liga Sagres. Assim, sem deixar de basear as escolhas em preferências pessoais, procurei respeitar o seguinte princípio: jogadores, maioritariamente jovens e com clara margem de progressão, de todas as equipas a actuar no principal escalão do futebol português, exceptuando os já citados Benfica, Sporting e FC Porto. Todas as posições são enaltecidas, desde o solitário guarda-redes até ao temível ponta-de-lança. O resultado final personaliza 14 valiosos nomes a registar no Moleskine do Mercado de Inverno. Minhas senhoras e meus senhores, bem-vindos ao lote Catenaccio de estrelas emergentes:

Guarda-redes
Beto (Leixões, 26 anos - 181cm / 80kg)
Parte do sucesso da equipa liderada por José Mota começa na baliza. Formado nos 'leões', Beto reúne inúmeras qualidades para acalentar projectos de maior dimensão. Agilidade, reflexos e comando de área são alguns dos seus pontos fortes.

Líbero
João Guilherme (Marítimo, 22 anos - 184cm / 74kg)
Beneficiando de uma defesa a três – com Fernando Cardozo e Van der Linden na marcação – o defesa brasileiro sabe tratar bem a bola, saindo a jogar com segurança. Totalista nas onze partidas já disputadas da Liga Sagres, a surpresa inicial vai-se transformando em certeza.

Defesa direito
Miguel Lopes (Rio Ave, 21 anos - 182cm / 72kg)
Referenciado por Benfica e FC Porto, tem demonstrado potencial para dar o salto. Inserido numa equipa que luta pela permanência, Miguel Lopes destaca-se pela excelência nas transições ofensivas, graças à forma como alia a técnica à velocidade. Mais do que um defesa, estamos perante um lateral para todo o corredor.

Defesa central
Maicon (Nacional, 20 anos - 190cm / 74kg)
Descoberto na Associação Desportiva Cabofriense, tem sido um dos esteios da equipa treinada por Manuel Machado. Tal como João Guilherme, 'vizinho' dos Barreiros, ainda não perdeu qualquer minuto na Liga Sagres e, aos 20 anos, denota enorme margem de evolução. Tem nome de craque (Maicon, do Inter de Milão) e, quem sabe, futebol para outros relvados.

Defesa central
Diego Ângelo (Naval, 22 anos - 192cm / 89kg)
Despercebido pelos holofotes da fama, é daqueles jogadores que dificilmente fará capa de jornal. Todavia, discrição é sinónimo de eficiência e juntamente com Paulão constitui uma das duplas de centrais mais sólidas do nosso campeonato. Em suma, quem observar Diego Ângelo saberá reconhecer os 3 C’s: combatividade, concentração e consistência.

Defesa esquerdo
Evaldo (Sp. Braga, 26 anos - 183cm / 80kg)
Depois de três anos na Madeira, ao serviço do Marítimo, Evaldo pegou de estaca na equipa comandada por Jorge Jesus. Regularidade exibicional é o seu melhor cartão de visita, como provam os 1.890 minutos de utilização em 21 aparições como titular. Relativamente jovem, mas já com experiência assinalável, é dos melhores valores da Liga Sagres.

Médio defensivo
Nuno Piloto (Académica, 26 anos - 178cm / 73kg)
Com um passado de lutas estudantis, Coimbra sempre foi palco de um futebol atractivo. Nuno Piloto, pelos seus atributos técnicos e inteligência ao serviço das transições, é dos que transporta a mística da 'Briosa' e melhor compreende uma história feita de passes curtos e desmarcações constantes.

Interior direito
Roberto Sousa (Leixões, 23 anos - 177cm / 75kg)
Herói na partida de Alvalade, repito o que escrevi na altura: de origem brasileira, com passagem pelo Celta de Vigo, tem óptima leitura de jogo e qualidade técnica individual digna de registo. Presentemente, é elemento fundamental para os equilíbrios da zona intermediária.

Interior esquerdo
Luís Alberto (Nacional, 25 anos - 181cm / 67 kg)
Sabe-se como o presidente Rui Alves tem uma especial predilecção pelo mercado brasileiro. Respeitando a imagem deixada pelos seus antecessores, Luís Alberto denota bom toque de bola para vingar em solo europeu. Vindo do Cruzeiro, tem correspondido às exigências e, passada a adaptação, a expectativa vai no sentido de contínua evolução.

Médio-ala/extremo direito
Djalma (Marítimo, 21 anos - 174cm / 76kg)
Filho de Abel Campos, antigo jogador do Benfica nas épocas 1988/89 e 1989/90, apresenta características muito semelhantes ao seu progenitor: aceleração, agilidade e velocidade são os seus trunfos. Na presente temporada, os genes do futebol começam a mostrar-se com brilhantismo acrescido. Sugiro a leitura do respectivo artigo de prospecção.

Médio-ala/extremo esquerdo
Marinho (Naval, 25 anos - 166cm / 62kg)
Marinho faz lembrar o típico extremo à moda antiga: baixinho, habilidoso e rapidíssimo. Porém, o jogador da Naval tem mais futebol do que a sua baixa estatura deixa transparecer. Em primeiro lugar, costuma ser o homem a quem os companheiros de equipa confiam no momento de executar a transição ofensiva. Em segundo, mercê de um carácter aguerrido e determinado, tem a capacidade para entregar o esférico a preceito ou finalizar, ele próprio, a jogada atacante.

Médio ofensivo
Luís Aguiar (Sp. Braga, 23 anos - 183cm / 81kg)
Sem espaço no FC Porto, o 'mago' uruguaio tem vindo a conquistar o apreço e admiração de todos os amantes do bom futebol, espalhando classe nos relvados nacionais e europeus. Jorge Jesus não hesitou na hora de lhe entregar a 'batuta' do meio-campo arsenalista e em boa hora o fez. Luís Aguiar é daqueles que não engana. Apenas subsiste a dúvida quanto ao seu sucesso num clube com outras ambições.

Avançado
William (P. Ferreira, 26 anos - 185cm / 80kg)
Mais um jogador descoberto pelo ‘olho clínico’ de José Mota, corria a época 2007/08. Curiosamente, é no humilde Paços de Ferreira, 14.º classificado da Liga Sagres, que mora o melhor marcador. Pode parecer um contrasenso, mas os 8 golos marcados por William provam os seus dotes de goleador. A continuar assim, a Mata Real será demasiado pequena para tanto talento.

Avançado
Nenê (Nacional, 25 anos - 183cm / 78kg)
Há uns anos, o conjunto alvinegro dispunha no seu plantel de um ponta-de-lança brasileiro com 'faro' pelo golo. Seu nome? Adriano, actualmente esquecido no Olival. Nenê mantém viva a tradição. Mantendo uma óptima relação com a baliza, o curriculum mostra que a bola já beijou as redes em 7 ocasiões. Se a esse facto juntarmos boas exibições, torna-se óbvio que estamos perante um avançado a não perder de vista.

A lista representada é passível de ser actualizada ou extendida com outras (jovens) promessas com potencial para envergar emblemas de maior nomeada: Assim, não poderia deixar de citar: Júlio César (Belenenses, 22 anos - 190cm / 85kg); Lionn (Vit. Guimarães, 19 anos - 177cm / 67kg); Nuno André Coelho (Est. Amadora, por empréstimo do FC Porto, 22 anos - 192cm / 83kg); Miguel Ângelo (Trofense, 24 anos - 185cm / 76kg); Cissokho (Vit. Setúbal, 21 anos - 181cm / 75kg); Baradji (Naval, 24 anos - 185cm / 77kg); Mano (Belenenses, 21 anos - 168cm / 60kg); Cristiano (P. Ferreira, 25 anos - 174cm / 69kg); David Caiado (Trofense, 21 anos - 184cm / 78kg); Chumbinho (Leixões, 22 anos - 174cm / 69kg); e, Baba Diawara (Marítimo, 20 anos - 185cm / 79kg).

De todos estes nomes, quais gostariam de ver nos vossos clubes? Fica o desafio.

6 comentários:

Ricardo disse...

Gostei da análise e, tirando uma ou outra excepção relativamente a características dos jogadores, concordo com ela.

Como benfiquista, detecto na minha equipa, e tendo em conta a forma como se sabe que Quique pretende ver o Benfica jogar, duas posições em que os jogadores do plantel são mais fracos do que em todas as restantes: lateral-direito e extremo-direito. Nesse sentido, desta lista que fizeste, escolheria Miguel Lopes e Djalma mas retiro o primeiro de uma opção credível para o Benfica porque não me parece ser, ao contrário do que nas primeiras jornadas achei, um jogador com capacidade real para jogar num grande. Para extremo, aí sim, agrada-me bastante Djalma. E, além de ser um belíssimo jogador, seria uma segunda geração na família que representava o clube. Para o lateral em falta, iria ao estrangeiro.

Abraço!

disse...

No Benfica, desses, absolutamente nenhum!

Gloriosasfera disse...

A nova versão da Gloriosasfera apresenta mais de 150 blogs sobre o Glorioso Benfica listados por actualização e por ordem alfabética.
Foram ainda introduzidas diversas fontes de informação sobre o Benfica com actualização automática.

gloriosasfera.blogspot.com

porque os blogs sobre o Benfica são um património Glorioso.

Viva o Benfica

Catenaccio disse...

Ricardo,

De todos estes nomes, há um deles que vejo com enorme qualidade para jogar num 'grande', nomeadamente no Benfica: Luís Aguiar. Tem atributos técnicos acima da média, assume a responsabilidade nos lances de bola parada, assiste os seus companheiros e, também, marca golos. No meio-campo encarnado, poderia muito bem ser o condutor no eixo central.

Depois, reconheço que Beto está em grande forma, mas tenho muita fé em Júlio César, do Belenenses. Tem só 22 anos e uma envergadura física (190cm / 85kg) impotrante para o dono da baliza. Acreditem que ainda havemos de vê-lo em emblemas mais ambiciosos.

Por fim, há outros jogadores que primam pela regularidade exibicional e outros que ainda estão na fase do "tem potencial". Dentro dos meus preferidos, destaco Evaldo (lateral esquerdo do Sp. Braga), Diego Ângelo (central da Naval) e David Caiado (médio-ala do Trofense).

Cumprimentos.

Martins disse...

é uma bela lista, embora alguns nomes não me encham as medidas...
deu para perceber que na lista procuraram incluir jogadores tão jovens quanto possivel e, talvez por isso (pelo menos em alguns casos), sou da opinião que faltam aí alguns jogadores que julgo bastante interessantes:

Vasco Fernandes (Leixões, 22 anos - 1,80m/72Kg): Tem sido um dos melhores dos de Matosinhos, embora seja da opinião de que não tem técnica para ser lateral (pelo menos não para ser um "lateral moderno"). Gostava de vê-lo a central e num clube de outras dimensões. Parece que lá por fora também há quem pense o mesmo...

Wesley (Leixões, 28 anos - 1,79m/72kg): é o tipo de jogador que parece feito para equipas pequenas. Eu confesso que sou daqueles que gostava de o ver num grande... nem que fosse só para tirar as teimas!

Halliche (Nacional, 22 anos - 1,87kg/77kg): Defesa possante e muito interessante, sendo uma das (muito) boas surpresas da época. É verdade que já é do Benfica e por isso não se enquadra bem no post (não será um alvo de mercado), mas merece ser mencionado pela qualidade que tem mostrado.

Moisés (Braga, 29 anos - 1,86m/81kg): Defesa experiente, já a caminho dos 30 mas que julgo ser merecedor da atenção de todos os olheiros dos "grandes" por ser, em minha opinião, um dos melhores da posição a jogar por cá.

Eduardo (Braga, 26 anos - 1,87m/84kg): Com o afastamento de Quim da baliza do Benfica é de esperar que seja Eduardo a tomar conta da baliza nacional. Será que isso ajudará a que se mantenha muito mais tempo no minho?

João Pereira (Braga, 24 anos - 1,72m/64kg): A rebeldia de outros tempos prejudicou-lhe a imagem, que ainda hoje vai mantendo. No entanto está a crescer como jogador e julgo que acabará por voltar a jogar num grande.

Meyong (Braga, 28 anos - 1,84m/71kg): Já não é um "puto" e já tem no curriculo oportunidades para brilhar que falhou. Continua, no entanto, a reivindicar aquilo que nunca teve: oportunidade de se mostrar num "grande".

Douglas (Vitoria, 22 anos - 1,86m/83kg): Tem características que deviamos louvar sempre que aparecem por cá: é jovem, possante e tem sentido de baliza. A lesão não veio ajudá-lo, mas estou certo de que vai acabar por se mostrar.

S. Varela (Estrela, 23 anos - 1,80m/75kg): Continua a prometer vir a ser um dos bons valores do futebol nacional. Falta-lhe afirmar-se num grande. Digo eu...

Laionel (V.Setubal, 22 anos - 1,73m/65kg): A época nem lhe está a correr grande coisa mas continuo a achar que este brasileiro é "bom de bola".

Bruno Gama (V.Setubal, 21 anos - 1,75m/68kg): Há muito que se diz que promete muito e que vai brilhar. Muitos já desistiram da ideia porque tarda em afirmar-se. Eu sou daqueles que mentém essa opinião intacta...

E, felizmente, há ainda outros bons valores que mereciam a atenção de muito "olheiro" mas que agora não me ocorrem....

Martins disse...

Já agora, aproveito para responder ao repto que deixas, deixando a minha opinião quanto aos jogadores que, face às necessidades do plantel, gostaria de ver no "meu" Benfica.
Julgo que o plantel actual necessita ser reforçado nos seguintes sectores:

Guarda-redes: Enfim, julgo não ser uma necessidade imediata mas face à situação actual na baliza encarnada não me parece má ideia ir olhando para potênciais alvos. Eduardo (Braga) é o meu favorito, embora Beto (Leixões) e Júlio César (Belenenses) me pareçam igualmente opções bastante válidas.

Def. Direito: Uma vez que há apenas Maxi Pereira (que pelos vistos anda a surpreender muita gente - confesso que eu sempre achei que este senhor era um
lateral, e dos bons) julgo que esta é daquleas posições que não é de descartar que venha a ser reforçada.
Concordo com o meu homónimo Ricardo quando diz que em Portugal não ia buscar ninguém. De facto, não vejo ninguém que fosse capaz de vir para a luz para ganhar o lugar. Se me apontassem uma pistola e me obrigassem a escolher alguém acho que ia pelo Miguel Lopes, embora o João Pereira me deixasse dúvidas suficiente para me arriscar a levar um tiro.

Def. Esquerdo: Com Léo de saída e sem ninguém "dono" do lugar, esta deverá ser mesmo (uma) (d)a(s) prioridade(s).
Sem dúvidas escolheira o Evaldo, o melhor a jogar por cá. Ainda assim, não deixaria de acompanhar o Cissokho. Pelo sim, pelo não...

Def. Central: Gostava de ver o Diego Angelo de encarnado, mas o Benfica já tem 4, mais Halliche...

Médio Ofensivo: O Benfica até tem Aimar (às vezes), Carlos Martins ou até o Amorim, mas há jogadores que fazem pensar que há sempre lugar para mais um. Luis Aguiar é um desses...

Extremo direito: Face à "adaptação-Amorim" e "erro de casting-Balboa", julgo que esta é também uma das posições mais enfraquecidas.
Eu sei que eu próprio propus 3, mas na hora de os imaginar vestidos de vermelho a coisa muda de figura... Com Bruno Gama no Porto e Laionel muito improvável, sobra Varela, que até nem desgostava ver na Luz, mas não me parece ser o jogador que é preciso.
Quanto a Djalma, simplesmente não me convence...

Em suma, dois nomes em quem investia pela certa: Evaldo e Aguiar!